quarta-feira, 29 de junho de 2016

[OPINIÃO] - Crescendo


Título: Crescendo
Autor: Becca Fitzpatrick
Editora: Porto Editora
Edição: 2010
Páginas: 336
ISBN: 9789720043092
P.V.P.: 16,60€
A minha classificação: 3,5/5








Sinopse:
"Depois do best-seller hush, hush

A vida de Nora Grey continua longe de ser perfeita. Sobreviver a um ataque que podia ter-lhe custado a vida não foi fácil, mas tudo se resolveu, graças ao seu anjo da guarda ¿ uma criatura misteriosa, sedutora e bela.
Mas Patch tem sido tudo menos angelical. Está mais distante do que nunca e parece estar a passar demasiado tempo com a arqui-inimiga de Nora, Marcie Millar. E, como se isso não bastasse, Nora é assombrada por recordações do seu pai assassinado, começando a pensar que as intrigas dos anjos poderão estar relacionadas com a morte dele.
Desesperada por desvendar os estranhos acontecimentos do seu passado, Nora expõe-se ao perigo, na esperança de encontrar algumas respostas.
Mas todos sabemos que há perguntas que nunca devem ser feitas..."



Neste livro a história leva um rumo completamente diferentes. Se no primeiro livro a Nora e o Patch não se largavam, neste praticamente não estão juntos. Devido a "algo" (não quero contar muito para não fazer asneiras) o Patch afasta-se da Nora e aproxima-se da Marcie Millar, o que deixa Nora muito confusa e ainda com mais ódio pela Marcie.
Entretanto, um amigo de infância da Nora, o Scott, está de volta à cidade. O rapaz parece ter alguns segredos e também ter ar de ser perigoso. Mas como Nora não consegue manter-se afastada dos perigos, começa a passar algum tempo na companhia do Scott e a descobrir o porquê do rapaz ser tão misterioso.
Ao mesmo tempo que tudo isto acontece na vida da jovem, o pai dela resolve fazer-lhe algumas visitas-surpresa, o que a deixa em estado de choque e com uma réstia de esperança. É que o pai dela supostamente foi assassinado há uns anos atrás e devia estar morto. Por isso, o que será que se passa?

Confesso que não gostei tanto deste livro como de Hush, Hush. Apesar de todos os momentos em que a Nora e o Patch estão juntos serem cheios de química e de quase sentirmos a paixão que sentem um pelo outro a emanar das páginas do livro, não gostei do "sumiço" do Patch e achei que a história perdeu um pouco do seu encanto devido ao afastamento das personagens. Os momentos de suspense também não me deixaram tão extasiada como os do livro anterior, a não ser uma ou outra passagem da Nora com o pai.

Apesar disso, gostei de assistir ao crescimento da Nora e perceber que está mais madura, apesar de ainda ter algumas atitudes de criança. Mas acho que a adolescência é mesmo isso, não é? Neste livro já simpatizei mais com a Vee, apesar de continuar a achar que não é uma verdadeira amiga em alguns acontecimentos. No entanto, acho-lhe imensa piada e gostei de a ver apaixonada.

A autora consegue cativar-nos a partir da sua escrita leve e com bastante humor. Fico à espera de ver o que acontece no próximo livro.

Sem comentários:

Enviar um comentário