terça-feira, 28 de junho de 2016

[OPINIÃO] - O Meu Pé de Laranja Lima



Título: O Meu Pé de Laranja Lima
Autor: José Mauro de Vasconcelos
1.ª Edição: 1968
Editora: Booksmile
Edição: 2015
Páginas: 208
ISBN: 9789898491886
P.V.P.: 13,99€
A minha classificação: 5/5







Sinopse: "Plano Nacional de Leitura

Livro recomendado para o 3º ciclo, destinado a leitura autónoma.

Esta é a história comovente de Zezé, um menino de seis anos nascido no seio de uma família muito pobre. Zezé é inteligente, sensível e criativo, mas muito endiabrado. Carente do afeto que não encontra junto do pai e da mãe, mais preocupados em sobreviver a cada dia, o menino perde-se nas ruas, onde só lhe dá para inventar travessuras.

Tendo aprendido demasiado cedo a dor e a tristeza, Zezé acaba por usar o mundo da sua imaginação para fugir da realidade da vida: toma por confidente um pé de laranja lima, a que chama Xururuca e ao qual revela os seus sonhos e desejos. Será nesta fantasia que Zezé vai encontrar a alegria de viver e a força para vencer as suas adversidades. O Meu Pé de Laranja Lima é a obra maior de José Mauro de Vasconcelos, um dos grandes nomes da literatura brasileira. Um livro autobiográfico que urge descobrir, ou reencontrar, e que é aclamado como um dos mais importantes livros juvenis em língua portuguesa."




Esta foi a terceira vez que li este livro, mas cada vez é como se fosse a primeira. Quando me perguntam "Quais são os livros da tua vida?" este faz sempre parte da resposta.


Zezé é um menino de cinco anos (quase seis) que nasceu no seio de uma família com poucas possibilidades e onde as irmãs mais velhas cuidam dos irmãos mais novos. É uma criança muito curiosa, cheia de vida e muito adulta para a idade. No entanto, é também um menino muito travesso, constantemente metido em sarilhos e que diz ouvir o diabo segredar-lhe maldades ao ouvido. Por todas as situações em que se mete acaba por levar muitos sermões e umas boas tareias, sentindo-se muitas vezes indesejado pela família.
Esta é a sua história, a história de um menino reguila mas muito sensível, que se viu obrigado a crescer depressa demais. Ao longo do livro acompanhamos as suas travessuras, a relação que tem com os membros da sua família, o seu natal, a sua ida para a escola e a amizade que cria com o Portuga e com o seu pé de laranja lima.



Este é um daqueles livros que eu penso que todas as pessoas deviam ler. A história desta criança, tão carente de amor, é algo que nos faz pensar, que nos faz querer olhar para aqueles que têm menos do que nós e ajudá-los, alimentando os seus sonhos e dando-lhes o nosso carinho. É impossível não permitir que as emoções nos invadam ao lermos este livro. Num minuto estamos a rir com as asneiras do pequeno, noutro estamos enternecidos com o cuidado e amor que ele demonstra pelo irmão mais novo e a seguir ainda nos desmanchamos em lágrimas quando percebemos a tristeza e incompreensão que por vezes sente.

Tudo neste livro é mais do que lindo, mas não posso deixar de referir o momento em que Zezé e Luís vão à distribuição de brinquedos, a noite de natal, a ternura do menino para com a professora, o amor de Glória por Zezé e a maravilhosa amizade que nasce entre a criança e Portuga.



Aconselho vivamente todas as pessoas a lerem este livro porque é, sem dúvida, um dos mais comoventes de sempre.

Sem comentários:

Enviar um comentário